Declínio da TV paga mostra sinais de estabilização

Pesquisas da Parks Associates descobriram que o contínuo declínio nas assinaturas de TV paga, devido em grande parte ao aumento da escolha do consumidor de serviços OTT, pode estar desacelerando.

A pesquisa descobriu que, enquanto as famílias americanas sem assinaturas de serviços de TV paga aumentaram de 13% no terceiro trimestre de 2012 para 23% no terceiro trimestre de 2017, esse número caiu para 20% no terceiro trimestre de 2018.

Parks calcula que 70% das famílias de banda larga dos EUA agora assinam menos um serviço OTT. Acrescenta que as MVPDs podem regozijar-se com o declínio da TV paga, mostrando sinais precoces de platô e que a adoção de 80% pode ser um patamar de taxa de adoção estável por alguns anos.

Em seu estudo , o analista aconselhou os operadores, tradicionais ou on-line, que, para serem bem-sucedidos no futuro, precisam entender completamente a atividade, os valores e a motivação do consumidor relacionados à adoção e ao uso de seus serviços. Ele acrescenta que os provedores de serviços precisarão adicionar recursos e ofertas on-line para manter o ritmo e maximizar a retenção.


Declínio da TV paga mostra sinais de estabilização 1

TV paga teve o pior trimestre de todos os tempos, 1.4 milhão de assinaturas canceladas

As operadoras norte-americanas de TV por assinatura (tanto tradicionais quanto virtuais) registram um declínio de…

Amazon adiciona MLB.TV ao line-up de streaming

A Amazon lançou o MLB.TV em Prime Video Channels para que os membros Prime que…

GatoNet: central de TV por assinatura pirata é desmantelada pela Polícia Civil no Rio

De acordo com a Polícia Civil, o prejuízo pode chegar a R$ 5,5 milhões. Até…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *