Ducati XDiavel 2019: veja consumo, preço e ficha técnica

A aparência agressiva e sinistra da XDiavel sempre chama atenção. É impossível ficar indiferente à mistura de estilos, meio naked radical, meio power custom futurista. Quadro treliçado exposto, roda traseira enorme com balança mono braço, farol com LEDs, trave superior do quadro suspensa no ar (onde vai o banco): realmente há personalidade. Mas seus baratos vão muito além do impacto visual.

Há três versões, Diavel, XDiavel e XDiavel S. Pegamos a intermediária, de R$ 75 mil. A posição de pilotagem é peculiar: banco curto, braços bem esticados e abertos para chegar no enorme guidom e pés apoiados em pedaleiras avançadas. Não é desconfortável, mas para quem tem até 1,70 m de altura fica tudo perto do limite. Pessoas mais altas acharão a moto mais cômoda. São 1.262 cm divididos por dois cilindros em V bem abertos.

Motor e ronco da XDiavel

O ronco é típico das Ducati – irregular e áspero. O regime máximo é a 9.500 rpm, muito acima dos motores V2 das Harley-Davidson e Indian. Antes de partir, ali no punho esquerdo seleciono o modo de pilotagem entre urbano, touring e esportivo. O primeiro só despeja 100 dos 152 cv. Nos outros dois, muda a progressividade da entrega – entre “nervosa”e “fim dos tempos”. O procedimento é fácil, não é preciso mudar de tela nem fazer curso de programador. O painel parece um minitablet e exibe o necessário.

O câmbio surpreende de cara: a embreagem é macia e a primeira das seus marchas entra suavemente. Nos primeiros trechos urbanos é preciso se acostumar: a XDiavel não trabalha bem em baixos giros, mesmo em primeira marcha. Vacila, solavanca e sempre pede mais. Não é moto para velocidades baixas nem condução parcimoniosa. Mas ache um trecho desimpedido e veja do que ela é capaz…

Na estrada com a XDiavel

Da mesma forma, curva muito mais do que se pode esperar de uma moto tão comprida. As frenagens são precisas e sem sustos, mas não impressionantes. Além disso, XDiavel 2019 também não se dá muito bem com buracos e obstáculos. Baixa, comprida e pesada, ela sofre quando o piso é ruim e as suspensões rígidas transmitem o sofrimento para o piloto.

Mas quem sofre mesmo é a garupa: o pedaço de banco destinado a ela é no mínimo, suas pedaleiras são altas – deixando suas pernas dobradas demais – e a da direita fica imediatamente acima da saída dupla de escape, recebendo lufadas de ar quente. Definitivamente não é uma moto para levar acompanhante.

 

A XDiavel também não é para trajetos longo, uma pena, pois o tenção para 18 litros de combustível garante uma boa autonomia de uns 280 km na média de consumo que fizemos, de 15,8 km/l. A italiana, no fim das contas, é para isso mesmo: tiros curtos para acelerar e desfilar bonito.

Ela desfila Ducati não foi pensada para passeios longos

Ficha Técnica:

Motor:
Dois cilindros, 1.262 cm, 8V, refrigeração a líquido, comando duplo, injeção eletrônica, gasolina

Potência:
150 cv a 9.500 rpm

Torque:
13,1 kgfm a 5.000 rpm

Câmbio:
Manual de 6 marchas, corrente

Suspensão:
Garfo invertido (dianteira) e braço oscilante (traseira)

Freios:
Discos de 320mm (dianteira) e 265 mm (traseira), com ABS

Pneus:
120/70 R17 (dianteira) e 240/45 R17 (traseira)

Dimensões:
Comprimento: 2,31 m
Largura: 75,5 cm
Altura do banco: 75,5 cm
Entre-eixos: 1,61 m

Tanque:
18 Litros

Peso:
247 Kg

Garantia: 
2 Anos

Vantagens:
Com agilidade e esportividade insuspeitos diante do porte, a XDiavel não impressiona apenas pelo estilo.-

Desvantagens:
Faltam detalhes simples como ganchinhos e a dureza de suspensão também desestimula passeios longos.


Peugeot Pulsion é a scooter conectada para viagens urbanas

Concebido para viagens urbanas, ao mesmo tempo que aguenta os eixos principais com as suas…

Nova moto elétrica combina design de scooter e conforto com conveniência de e-bike

Com novas bicicletas elétricas entrando no mercado aparentemente de forma contínua, está se tornando mais…

Scooter elétrico GenZe 2.0 é um veículo diferente de tudo que você já viu

A scooter elétrica GenZe 2.0 é um daqueles raros veículos que não apenas me excitam,…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *