Ranking – Sedãs de entrada mais vendidos de novembro e dezembro

Quinto automóvel mais vendido no país em outubro, o Prisma não teve dificuldades para assegurar uma confortável liderança entre os sedãs de entrada. Com 6.279 emplacamentos, 33% acima do registrado em setembro, o Chevrolet foi responsável por um em cada quatro modelos da categoria.

hb20s

Terceiro nos meses anteriores, o Hyundai HB20S, às vésperas de sua primeira reestilização, superou o Siena por quase 500 unidades (4.578 x 4.101) para assumir a vice-liderança. O Fiat, em baixa superior a 50% sobre 2014, teve o seu pior resultado desde março de 2012 (3.519).

Em queda ainda mais acentuada no período (-60%), o VW Voyage (2.572) recuou ao nível mais baixo desde novembro de 2008 (2.504), seu primeiro mês cheio. Único a avançar de um ano para o outro (+162%), o Ford Ka+ (2.311) completou o top 5.

Com quedas de 40% e 60%, respectivamente, Logan (2.048) e Classic (1.518) vieram em seguida. Enquanto o Renault registrou seu pior resultado desde novembro de 2013 (1.101), o Chevrolet foi ainda pior, com desempenho só superior ao do distante mês de março de 2002 (1.072).

Lanterna dentre os modelos ainda oficialmente comercializados, o Nissan Versa (1.322) interrompeu sua trajetória de alta e recuou 5% sobre 2014, em seu resultado mensal mais fraco deste segundo semestre.

se

Observação:
– As vendas do Fiat Siena também incluem a versão Grand Siena, já que a Fenabrave não segrega as vendas do modelo.
– Anteriormente classificado como sedã compacto, o Nissan Versa agora passa a fazer parte desta categoria por contar com motor 1.0 em sua versão de entrada.


Veículos elétricos: 2 milhões vendidos em 2018 e devem representar 57% de todas as vendas até 2040

Uma nova previsão de vendas de veículos elétricos diz que mais de 2 milhões de…

Solo EV uma mistura de carro e motocicleta elétrica entregue ao primeiro cliente nos EUA

Quando se trata de carros pequenos e peculiares, muitos deles têm uma maneira de ficar…

Automóveis: ajustes na busca do Google levantam alguns sites de compras online

As guerras de pesquisa do Google não são contestadas em um campo de batalha estático….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *